O Significado das Cores e sua Influência no Comportamento Humano


Você já estudou sobre o significado das cores?

As cores sem dúvida exercem grande influência sobre a nossa percepção.

Sabia que elas podem até modificar nosso humor e até a nossa performance?

Sabendo disso, muitas vezes demoro horas pensando na cor que vou usar em determinado evento.

Por exemplo, quando fui convidada a palestrar sobre Psicologia Organizacional na minha antiga faculdade.

No dia:

“Que cor eu uso hoje?”

Minha preferência são cores em tons pastéis, cinza, nude, branco…

…e minha primeira opção foi manter o padrão.

Me olhei no espelho e então pensei que o distanciamento das cores poderia passar a impressão de frieza e inacessibilidade.

Ora, frieza e inacessibilidade é algo intimidador…

A interação do público – levando em consideração o perfil – iria diminuir.

Pouca interação me deixaria nervosa.

Nervosa eu não faria boa apresentação.

Minha solução?  Simples! Trocar a roupa.

Tirei os 50 tons de nude e cinza e coloquei um vestido roxo que tinha algumas flores.

Além do efeito positivo sobre os outros, me senti mais segura.

Era preciso mostrar acessibilidade, energia cativar com as cores antes mesmo de começar a apresentação

Era preciso criar conexão >>> E é justamente este um dos efeitos das cores.

As cores, além de chamarem emoções, também passam uma sensação de movimentação.

As cores quentes trazem sensação de proximidade, mas também trazem muita energia, muito movimento.

Algumas vezes, cores quentes são muito ”sufocantes”.

As frias são mais distantes, entretanto também são mais leves, aéreas e acalmam.

As cores exercem três funções:

1. Impressionar

A cor, ao ser vista, leva impressões à retina. Fazendo surgirem as sensações.

2. Expressar

Assim que sentida, a cor passa a provocar emoções.

3. Construir

As emoções envolvidas com a visão da cor e com as experiências relacionadas constroem um sentimento próprio que serão expressos por símbolos e linguagens.

Você liga para as cores dos produtos que compra?

Foi realizada uma pesquisa aqui no Brasil onde foram descobertos alguns dados interessantes:

  • 82% consideraram o visual como um pré-requisito importante ou muito importante para a compra de um produto.
  • 81% responderam que as cores utilizadas nas embalagens sempre ou eventualmente chamam a sua atenção
  • 35% das pessoas responderam que a cor é um fator importante na compra de um produto.
  • 19% disseram que a cor é um fator fundamental na compra de um produto.

Branding

cores

Ainda que as cores nos remetam a emoções, a escolha delas para a marca não é uma tarefa tão simples.

É necessário levar em consideração também as experiências pessoais, culturais e o objetivo da escolha de cada cor..

Cada segmento do mercado pode possuir ”sua tendência”.

Empresas de produtos naturais, por exemplo, costumam usar a cor verde por remete à saúde, leveza, etc.

Empresas de consultoria usam com frequência a cor azul, que transmite segurança e profissionalismo. 

O nosso cérebro grava marcas com maior facilidade, é importante, portanto, ser assertivo na escolha das cores do Branding e de todo o material relacionado à publicidade.

Além disto, uma cor não remete a apenas um sentimento. 

Emoções

Numa pesquisa realizada em 2004 que buscava correlacionar cor à emoções, os participantes associavam a cor verde à felicidade, conforto, paz e esperança.

As pessoas associavam o verde à natureza.

Amarelo remetia à energia e vivacidade, por ser associado ao sol, ao verão e ao desabrochar das flores.

Azul era associado à calmaria, relaxamento, conforto, paz e esperança, entretanto também era remetido à depressão, tristeza e solidão.

A cor vermelha foi associada à amor e romance, mas também era visto como a cor da agressão, do mal e do sangue.

Branco era associado à paz, inocência e tranquilidade, mas também à falta de empatia e tédio.

Preto era relacionado à depressão, medo, raiva e morte, entretanto também foi relacionado com riqueza, sofisticação e poder.

Deste modo, escolher as cores – além do logotipo – que mais passem a mensagem que você deseja é essencial para que a marca fixe com mais facilidade na mente dos clientes.

Quero dizer que…

  • Você até pode usar o branco achando que sua mensagem  será entendida como ”paz’‘, mas pode estar passando a solidão e o frio do Alasca.
  • Você pode usar a cor vermelha tentando transmitir paixão, mas ser percebido como agressivo.

É importante pesquisar as sensações envolvidas no seu branding e escolha de cor.

A Psicologia das Cores e o Futebol?

A Psicologia do esporte vem trazendo grandes contribuições para a performance dos times de futebol.

Atualmente nós sabemos que não basta saber jogar bem.

Para que um time tenha êxito, precisa ter boa estratégia, um bom entrosamento do time, preparo físico e psicológico…

Enfim, assistindo futebol tiramos tantos aprendizados que só uma frase do filósofo Camus poderia resumir:

O que finalmente eu mais sei sobre a moral e as obrigações do homem devo ao futebol…

Uma pesquisa buscou identificar a influência das cores dos times sobre os jogadores e concluiu que uniformes vermelhos deixam os jogadores em vantagem.

Segundo o artigo, a cor vermelha intimidaria o time adversário por passar a mensagem de agressividade.

Certamente as cores não representam a única influência para uma boa performance.

Porém, para quem quer vencer, toda estratégia efetiva é válida.

Concluindo

  • As cores influenciam muito o nosso processo de escolha.
  • As cores podem mudar nosso estado de ânimo.
  • Cores bem planejadas melhoram a sua marca.
  • Já sabemos porque o Brasil perdeu para a Bélgica na copa desse ano.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.